Regulamento do Torneio Aryzão 2018

FEDERAÇÃO DE FUTEBOL DE MESA DE MATO GROSSO DO SUL

TORNEIO ARYZÃO - MODALIDADE BOLA 12 TOQUES

REGULAMENTO (atualizado em 9 de fevereiro de 2018)

1) DA REALIZAÇÃO DO EVENTO

a) O Torneio Aryzão - modalidade bola 12 toques será realizado em 7 (sete) etapas, e será proclamado campeão estadual da temporada 2018 o botonista que, ao término das etapas, ficar em primeiro lugar na somatória de pontos do Ranking, considerando o descarte de pontos de 1 (uma) etapa (a de menor pontuação do botonista).

b) Para realização de cada etapa, será necessário um número mínimo de 4 (quatro) botonistas. Caso este quórum não seja atingido, a etapa poderá ser transferida para outra data. As datas das etapas estarão disponíveis na “Agenda” e no “Calendário” do site da FEFUMEMS.

c) Para cada etapa, haverá chamada para o evento no site e no facebook da FEFUMEMS, sendo que os interessados deverão se pronunciar até 30 min. antes do início do evento, seja por meio de inscrição no próprio site ou por mensagem via whatsapp da FEFUMEMS.

d) A participação no Torneio Aryzão é aberta a botonistas filiados e não-filiados à FEFUMEMS, entretanto, apenas filiados terão direito a pontuar no Ranking. A título de taxa de inscrição, serão cobrados R$ 10,00 (dez reais) por etapa para botonistas federados, e R$ 20,00 (vinte reais) por etapa para botonistas não-federados.

e) O botonista que apresentar pendências administrativas e/ou financeiras junto à FEFUMEMS deverá saná-las para ter condições de participar do Torneio Aryzão.

2) DA FÓRMULA DE DISPUTA

a) O torneio será disputado no formato de pontos corridos, jogando todos contra todos em turno único quando houver até 11 botonistas. A partir de 12 botonistas, serão formados dois grupos, jogando todos contra todos em turno único dentro de cada grupo; para a segunda fase, serão classificados os quatro primeiros de cada grupo, em formato de mata-mata (primeiro x último e assim por diante) em turno único, com vantagem para o botonista com melhor campanha, seguindo-se neste formato até a fase final. Somente no caso de haver apenas o número mínimo de botonistas (quatro), o formato será em dois turnos com pontos corridos.

b) Caso dois ou mais botonistas terminem o campeonato empatados em número de pontos, os critérios de desempate devem ser aplicados na ordem que se segue: maior número de 1ºs lugares, maior número de 2ºs lugares, maior número de 3ºs lugares, maior número de vitórias; maior saldo de gols; maior número de gols pró; confronto direto; sorteio.

2.1) QUARTAS DE FINAL, SEMIFINAL E FINAL

a) Os jogos terão caráter eliminatório e serão disputados em jogo único, com vantagem de empate para o botonista que apresentar melhor classificação.

2.2) DECISÃO DE 5º A 8º LUGAR

a) Eliminados nas quartas de final vão compor duas chaves alternadas (A x C e B x D), para disputar vaga em jogo único. Quem vencer, decide o quinto lugar, também em jogo único. Os perdedores decidem o sétimo lugar, em jogo único.

2.3) DECISÃO DE 3º LUGAR

a) Eliminados nas semifinais vão disputar a 3ª posição em jogo único.

3) DA PONTUAÇÃO PARA O RANKING

a) O último colocado do torneio recebe 1 ponto, o penúltimo recebe 2 pontos, até o quarto que recebe +1 ponto, o terceiro recebe +2 pontos, o segundo recebe +4 pontos, e o primeiro recebe +7 pontos. Esses pontos serão acumulados no Ranking 2018.

b) Para classificação final do Ranking 2018, para definição do campeão, serão consideradas as 6 (seis) etapas com maior pontuação de cada botonista, sendo que a etapa com menor pontuação será descartada.

4) DA ARBITRAGEM

a) Sempre que algum atleta julgar necessário, e havendo a disponibilidade, poderá solicitar à diretoria da modalidade ou a um representante da FEFUMEMS, a presença de um árbitro durante a partida. O pedido deverá, obrigatoriamente, ser feito antes do início da partida. A decisão do árbitro é soberana e deve ser acatada pelos atletas.

b) Todo atleta que estiver apto e disponível para arbitrar uma partida, mas se negar a fazê-la, estará sujeito à advertência verbal. Em caso de reincidência, o atleta poderá perder 5 (cinco) pontos no Ranking.

5) DAS OCORRÊNCIAS

Caso haja alguma ocorrência de qualquer natureza e gravidade durante a realização de uma partida, as partes envolvidas deverão fazer um relato por escrito, após o término do jogo, e encaminhar o documento à diretoria da modalidade da FEFUMEMS, que irá apurar os fatos e tomar as devidas providências, convocando, se preciso for, as partes.

6) DO WO E DO ABANDONO

a) Caso o botonista tenha jogos pendentes e não esteja presente no local e horário da partida, a organização concederá 15 minutos de tolerância. Se o prazo se esgotar e o botonista continuar ausente, terá WO declarado em seu desfavor.

b) Se o botonista faltar ao segundo jogo na mesma competição, o fato caracteriza abandono. O botonista ausente será automaticamente eliminado do torneio. Além disso, o abandono dará direito de reversão do resultado para todos os botonistas que tiverem empatado ou perdido antes do fato consumado. O novo resultado será considerado como a vitória por 2 a 0.

c) O botonista que, em uma mesma temporada, abandonar duas competições promovidas pela FEFUMEMS, será punido com suspensão automática. A pena terá vigência de um torneio, independentemente da característica da competição (copa, etapa, campeonato etc.) e do ano em que for realizado. Em caso de reincidência (isto é, dois novos abandonos), a pena será acrescida de um torneio, e assim sucessivamente.

7) DA PREMIAÇÃO

a) Em cada etapa, serão premiados, com medalhas, os quatro primeiros colocados e, também, haverá distribuição de brinde para o “Botão artilheiro”.

b) ao término das 7 (sete) etapas, o primeiro colocado do Ranking 2018 receberá o troféu de campeão estadual da temporada, sendo que o segundo e o terceiro colocados também receberão troféus e o quarto colocado, receberá medalha. O “Botão artilheiro” do ano receberá medalha.

8) DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

Os casos omissos ou duvidosos deverão ser resolvidos, nos termos estatutários, pela diretoria da FEFUMEMS, entidade organizadora do Torneio Ary Novaes (Aryzão) de Futebol de Mesa Individual – modalidade bola 12 toques.

Campo Grande, MS, 9 de fevereiro de 2018.

Roberto Giolo – Diretor da modalidade bola 12 toques
Federação de Futebol de Mesa de Mato Grosso do Sul (FEFUMEMS)

0 comentários:

Postar um comentário

Cene Círculo Militar de Campo Grande Comercial Escola do São Paulo Operário Sobotoms