Regulamento da Liga Pantaneira 2018

FEDERAÇÃO DE FUTEBOL DE MESA DE MATO GROSSO DO SUL - FEFUMEMS

LIGA PANTANEIRA - MODALIDADE DADINHO

REGULAMENTO EDIÇÃO 2018

1) DA COMPETIÇÃO

a) A Liga Pantaneira de Futebol de Mesa – modalidade dadinho, organizada pela FEFUMEMS, é composta de 10 (dez) etapas entre os meses de fevereiro e novembro;

b) A participação na Liga Pantaneira é aberta a botonistas filiados e não-filiados à FEFUMEMS, entretanto, apenas filiados terão direito a pontuar no Ranking;

c) O quórum mínimo para a realização da etapa é de cinco inscritos. Eventos com número inferior ao quórum serão adiados para uma data futura.

d) Será proclamado campeão da Liga Pantaneira o botonista que somar mais pontos ao término das 10 (dez) etapas. Em caso de igualdade de pontos entre dois ou mais botonistas, o critério de desempate será: i) maior número de etapas conquistadas; ii) maior número de segundos lugares nas etapas; iii) maior número de terceiros lugares nas etapas; iv) maior número de jogos vencidos no somatório das etapas válidas.

2) DA PARTICIPAÇÃO

a) As datas e locais de realização das etapas, assim como os valores de inscrição, serão amplamente divulgados por meio de e-mails, página oficial (http://www.fefumems.org.br) e imprensa.

b) A título de taxa de inscrição, serão cobrados R$ 10 (dez reais) por etapa para botonistas federados, e R$ 20 (vinte reais) por etapa para botonistas não-federados;

c) Caso o atleta se inscreva ao torneio e não compareça, não haverá qualquer punição de ordem técnica. Caso o botonista pague a inscrição antecipadamente e não compareça, a importância não será devolvida.

d) O tempo máximo de tolerância para atrasos é de uma partida, contada a partir do horário de início da competição informado no ato da inscrição. Neste caso, fica garantido ao botonista o direito de disputar a partida em atraso, no decorrer do evento. Botonistas que chegarem ao local com o prazo de tolerância esgotado estarão automaticamente excluídos do torneio.

e) O botonista que apresentar pendências administrativas e/ou financeiras junto à FEFUMEMS deverá saná-las para ter condições de participar dos torneios desta Federação.

3) DO MATERIAL

Os atletas devem manter seus times em conformidade com a regra Dadinho, no que se refere às dimensões e à numeração. Súmulas e caneta para anotação de gols e artilharia serão fornecidas pela FEFUMEMS.

4) DA FÓRMULA DE DISPUTA

4.1) DE 5 (CINCO) A 10 (DEZ) JOGADORES INSCRITOS

a) A fórmula de disputa será "todos contra todos". Haverá turno e returno quando houver cinco jogadores inscritos. Com seis até dez jogadores, haverá turno único. O campeão será aquele que somar mais pontos ao término das disputas.

b) Caso dois ou mais jogadores terminem o campeonato empatados em número de pontos, os critérios de desempate devem ser aplicados na ordem que se segue: i) maior número de vitórias; ii) maior saldo de gols; iii) confronto direto; iv) maior número de gols pró; v) partida extra, com prorrogação e gol de ouro.

4.2) 11 A 18 JOGADORES INSCRITOS

a) os botonistas serão divididos em grupos, com jogos em turno único, conforme diagrama a seguir, e de onde classificam-se os oito melhores para as quartas de final:

11 a 14 jogadores - 2 grupos
15 a 18 jogadores - 3 grupos
acima de 19 jogadores – 4 grupos

b) As quartas de final terão caráter eliminatório e serão disputada em jogo único. Em caso de empate no tempo normal, avança à semifinal o botonista com melhor campanha na primeira fase;

c) Eliminados nas quartas de final vão disputar da 5ª à 8ª posição em sistema eliminatório. Em caso de empate no tempo normal, avança o botonista com melhor colocação obtida na primeira fase;

d) As semifinais terão caráter eliminatório e serão disputada em jogo único. Em caso de empate no tempo normal, avança à final o botonista com melhor campanha somando-se todos os resultados das fases anteriores;

e) Eliminados nas semifinais vão disputar a 3ª posição em jogo único. Em caso de empate no tempo normal, será considerado terceiro colocado o botonista com melhor campanha somando-se todos os resultados das fases anteriores;

f) A fase final terá caráter eliminatório e será disputada em jogo único. Em caso de empate no tempo normal, será declarado campeão o botonista com melhor campanha somando-se todos os resultados das fases anteriores;

g) Eliminados na primeira fase vão disputar da 9ª à 16ª posição em sistema eliminatório. Em caso de empate no tempo normal, avança o botonista com melhor colocação obtida na primeira fase.

5) DA PONTUAÇÃO PARA A CLASSIFICAÇÃO

1º - 30 pontos
2º - 24 pontos
3º - 20 pontos
4º - 16 pontos
5º - 15 pontos
6º - 14 pontos
7º - 13 pontos
8º - 12 pontos
9º - 11 pontos
10º - 10 pontos
11º a 18º - dedução de 1 ponto a cada posição
19º em diante – 1 ponto

a) Ao final das dez etapas, cada jogador obrigatoriamente deverá descartar seus dois piores resultados para o cômputo da classificação final e do Ranking Estadual de Dadinho. Incluem-se entre os piores resultados as eventuais ausências.

6) DA ARBITRAGEM

a) Sempre que algum atleta julgar necessário, e havendo a disponibilidade, poderá solicitar aos organizadores do evento a presença de um árbitro durante a partida. O pedido deverá, obrigatoriamente, ser feito antes do início da partida. A decisão do árbitro é soberana e deve ser acatada pelos atletas.

b) Todo atleta que estiver apto e disponível para arbitrar uma partida, mas se negar a fazê-lo, estará sujeito à advertência e às demais sanções previstas em regulamentos disciplinares.

7) DAS OCORRÊNCIAS

Caso haja alguma ocorrência de natureza grave durante a realização de uma partida, o árbitro designado para a partida deverá fazer um relato por escrito, após o término do jogo, e encaminhar o documento à FEFUMEMS, que irá apurar os fatos e tomar as devidas providências, convocando, se preciso for, as partes.

8) DO ABANDONO

Caracteriza abandono o fato de o botonista ter disputado ao menos uma partida do torneio e desistido dos demais confrontos, não importando o número de jogos restantes. Se o jogador abandonar o torneio, será automaticamente eliminado da competição, e seus resultados serão excluídos.

9) DA PREMIAÇÃO

a) Serão premiados com medalhas o primeiro, segundo, terceiro e quarto colocados da etapa.
b) O campeão da Liga Pantaneira terá direito a um troféu permanente. O segundo, terceiro e quarto colocados da Liga ganharão medalhas

10) DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

Os casos omissos ou duvidosos deverão ser encaminhados à diretoria técnica da modalidade Dadinho, que irá analisar a situação e emitir uma resolução.

Campo Grande, MS, 30 de janeiro de 2018.

Atualizado em 26 de fevereiro de 2018 (conforme Comunicado Oficial 01/2018)

Hélder Rafael
Diretor técnico da modalidade Dadinho

Luigi Mollerke
Presidente da Federação de Futebol de Mesa de Mato Grosso do Sul (FEFUMEMS)

0 comentários:

Postar um comentário

Cene Círculo Militar de Campo Grande Comercial Escola do São Paulo Operário Sobotoms